Faça login no Portal Remote Assistance
SET'2017
PROTEÇÃO DE DADOS
read more
PROTEÇÃO DE DADOS - DIREITOS
OUT'2017

O Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados – RGPD – consagra, desde logo um conjunto de Direitos para o titular de dados pessoais, a saber: Acesso, Retificação, Apagamento, Limitação, Portabilidade e Oposição.
Cabe ao responsável pela proteção de dados o papel de facilitador do exercício dos direitos do titular dos dados, assegurando o cumprimento de todos os direitos previstos no regulamento.

read more
GLOSSÁRIO DO REGULAMENTO GERAL SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS – Parte 1
GLOSSÁRIO DO REGULAMENTO GERAL SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS – Parte 1

Este mês, mantemos o nosso foco no Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados. Depois de uma visão global sobre o novo regulamento e de uma breve descrição dos Direitos nele consagrados, revela-se importante fazer uma incursão por algumas definições que são essenciais para a sua correta compreensão e aplicação.

read more
GLOSSÁRIO DO REGULAMENTO GERAL SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS – Parte 2
DEZ'2017

Neste artigo, abordaremos mais um conjunto de definições fundamentais neste novo Regulamento Geral de Proteção de dados.

read more
A sua estratégia privilegia a rentabilização dos clientes?
JUL'17

A fidelização de clientes é hoje, mais do que nunca, uma questão essencial à estratégia de crescimento do negócio. A base de clientes fieis é para a maioria das empresas o garante de uma parte substancial da sua faturação, permitindo-lhes potenciar a divulgação da marca e a angariação de novos clientes.

read more
O software ao serviço do terceiro sector
O software ao serviço do terceiro sector

O uso de soluções informáticas nas instituições particulares de solidariedade social, o chamado terceiro setor, pode parecer, para quem não conhece esta realidade, um paradoxo e pouco aproximado da realidade. 

read more
A Avaliação de Desempenho nas IPSS
ABR'2016

A Avaliação de Desempenho (AD) é uma temática que, apesar de estar implícita no quotidiano nas Instituições, é alvo de grande resistência, quer pelas direções, quer pelos trabalhadores. 

read more
Formação: o pilar da Organização
MAI'2016

A formação sempre foi um tema que recolhe muitos “amores” e “desamores”. 

read more
Fatores Críticos para uma Boa Gestão de uma IPSS
SET'2016

Cada vez mais a gestão das IPSS obedece a rigorosos critérios de qualidade e organização que importa relevar, independentemente da dimensão que a Instituição possa assumir.

read more
Encerrar e Prestar Contas nas IPSS
MAR'2017

Os atos de encerrar e prestar contas revestem-se de uma crucial importância para as IPSS. 

read more
A influência customer experience na estratégia de negócio
JUN'2018

No cenário atual, é notório que as óticas têm procurado as mais variadas estratégias para se destacarem no mercado.

read more
Tendências tecnológicas 2018 / oportunidades para potenciar o negócio
JAN'2018

As tendências para 2018, no que se refere aos grandes temas da tecnologia, não são muito diferentes daquelas a que assistimos em 2017.

read more
RGPD - Deve ou não ser implementado nas IPSS
JUL'2018

O dia 25 de maio de 2018, marcou o início de uma nova era com a entrada em vigor do Regulamento Europeu (UE) 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho de 27 de abril de 2016, relativo à proteção das pessoas singulares no que diz respeito ao tratamento de dados pessoais e à livre circulação desses dados e que revoga a Diretiva 95/46/CE (Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados – RGPD).

read more
A Análise Financeira nas entidades do 3º setor
OUT'2018

Cada vez mais, as entidades do 3º Setor devem pautar a sua gestão pelos mais elevados padrões de qualidade e rigor.

read more
NGS: um caso sério de sucesso no setor têxtil
JUL'2018

Automatizar processos e reduzir tempos de entrega de amostras aos clientes foram alguns dos motivos que levaram a NGS Malhas a investir na modernização e inovação tecnológica. 

read more
Santa Casa da Misericórdia de Fafe: o sucesso do DPO no setor social
SET'2018

A Santa Casa da Misericórdia de Fafe foi um dos primeiros clientes da F3M a beneficiar das vantagens da solução DPO, um software pensado e desenvolvido pela tecnológica, e que pretende responder aos principais requisitos do Novo Regulamento Geral para a Proteção de Dados. 

read more
QTEC: Mais um caso de Sucesso “Inovação em Destaque”
OUT'2018

A F3M desenvolveu uma solução tecnológica à medida para a QTEC, uma empresa de inspeção de equipamentos, para responder a dificuldades ao nível da gestão de processos e acesso à informação. Com esta nova ferramenta - Portal de Gestão de Processos - passou a ser possível não só concentrar e uniformizar a informação, como também otimizar todo o trabalho.

read more
E se a sua loja fosse idealizada a pensar na felicidade do seu cliente?
NOV’2018

Os clientes merecem tudo! 
Merecem que criemos um espaço diferenciador, com design requintado, funcional e confortável, onde possam vivenciar experiências agradáveis nos momentos que permanecem  em cada loja. 

read more
Vale a pena as entidades do terceiro setor apostarem em software específico?
NOV'2018

O software de gestão integrada tem como objetivo principal unir e disponibilizar informações de forma consistente para toda a instituição, integrando os processos administrativos, financeiros, contabilísticos, de Recursos Humanos, etc..

Um software de gestão integrada e específico para o setor, será uma mais-valia para garantir a conformidade com as necessidades e diretrizes da organização, representa uma importante fonte de informação, integração de dados e automatização dos processos de análise permitindo um conhecimento mais profundo e real do estado da organização. 

read more
GAREN: A inovação tecnológica na avaliação de ativos
NOV'2018

Elevar os padrões de excelência e melhorar o desempenho da empresa face às novas exigências do mercado foram os principais motivos que levaram a GAREN a investir numa plataforma modernizada e ajustada às necessidades da organização.

read more
O NOVO DESAFIO das soluções de Gestão
DEZ'2018

O objetivo dos sistemas de informação em geral e das soluções de gestão em particular foi, é e será permitir às organizações uma maior eficácia e eficiência na execução das suas tarefas bem como agilizar os seus processos internos, permitindo, também, uma melhor tomada de decisão.

read more
SCM Guimarães: a tecnologia ao serviço da saúde
JAN'2019

Ter uma solução tecnológica que se adapte às diversas necessidades da organização e que acompanhe as inúmeras mudanças que vão surgindo foram alguns dos principais motivos que levaram a Unidade de Cuidados Continuados da Santa Casa da Misericórdia de Guimarães a optar pela F3M, enquanto parceiro tecnológico.

read more
O que esperar de um serviço de consultoria TI
O que esperar de um serviço de consultoria TI

A consultoria TI encerra em si uma importância vital para a otimização de recursos e ferramentas de TI das organizações. 

read more
O cumprimento do RGPD é obrigatório. Não arrisque!
O cumprimento do RGPD é obrigatório. Não arrisque!

Mais do que uma “carga de trabalhos”, o RGPD é “A Oportunidade”  que todas as organizações têm para se olharem a si próprias e trilharem o caminho do rigor, da eficácia e da eficiência.

read more
5 Mais-valias que o PRISMA traz ao seu negócio
FEV'19

O PRISMA é um software de gestão online específico para o setor da ótica. Desenvolvido pela F3M, o PRISMA visa uma gestão integrada dos diferentes processos do negócio da ótica de forma a torná-los ainda mais eficientes. 

read more
O Regulamento Geral de Proteção de Dados
MAR'19

O dia 25 de maio de 2018, marcou o início de uma nova era com a entrada em vigor do Regulamento Europeu (UE) 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho de 27 de abril de 2016, relativo à proteção das pessoas singulares no que diz respeito ao tratamento de dados pessoais e à livre circulação desses dados e que revoga a Diretiva 95/46/CE (Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados – RGPD).

read more
APAC: A Inovação Tecnológica na Gestão do Processo Clínico e Social
MAI'19

Modernizar o serviço e melhorar a gestão e o funcionamento da organização foram os principais motivos que levaram a APAC - Associação de Pais e Amigos de Crianças a optar pela F3M, enquanto parceiro tecnológico. 

read more
F3M | Feel Innovation and Technology
JAN'2020

A F3M Information Systems fundada em 1987, em Braga – atualmente em Aveiro, Lisboa, Portalegre, Luanda e Maputo - é uma das maiores empresas portuguesas especializadas em Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC). 

read more
Os riscos da não implementação RGPD
JAN'2020

Volvidos 20 meses da entrada em vigor do RGPD, muitas são as organizações que ainda não o implementaram. Uns (acredito que poucos) por desconhecimento, outros (alguns) por esquecimento, mas muitos (acredito) por total incúria e sentimento de absoluta impunidade.

read more
Vou implementar o RGPD. O que devo fazer? [2]
Vou implementar o RGPD. O que devo fazer? [2]

No primeiro artigo sobre o processo de implementação do RGPD abordamos a necessidade de sensibilizar toda a organização para a importância deste processo e, abordamos também, a importância da recolha de dados e o rigor a incutir para que o resultado final possa conduzir ao maior grau possível de conformidade com o RGPD.
Neste segundo artigo abordaremos as fases de análise dos dados recolhidos, proposta de medidas e a sua discussão com o órgão decisor.
Mesmo em fase de combate à pandemia, é importante observar as regras de proteção dos dados pessoais. Eu diria até que o RGPD assume particular relevância, pois o tratamento de dados sensíveis é maior do que alguma vez foi e é necessário tomar as devidas cautelas para não infringir o Regulamento. Conhecer os deveres e responsabilidades de cada um é fundamental, para se dar a resposta adequada neste tempo de crise.
(…)
Passo 3: Já conheço a minha organização. O que faço agora com a informação recolhida?
Serei a pessoa dos 7 ofícios? Estarei eu preparado para analisar e responder a todas as prerrogativas do RGPD?
O Regulamento prevê a figura do encarregado de proteção de dados e que este deve possuir conhecimentos especializados no domínio do direito e das práticas de proteção de dados. Dominará uma só pessoa todo o conhecimento que lhe permita simultaneamente avaliar contratos, produzir informação sobre os direitos, avaliar corretamente os riscos sobre a privacidade dos dados (PIA), opinar sobre software e robustecer a arquitetura dos sistemas tecnológicos? 
A experiência vai-nos ensinando que quando pretendemos tocar vários instrumentos na mesma orquestra o resultado poderá ficar aquém do pretendido.
Por isso, nesta fase, a intervenção da equipa multidisciplinar é fundamental para que cada um na sua área possa efetuar uma análise rigorosa e precisa dos documentos e procedimentos levantados com vista a preparar a fase seguinte.

Passo 4: Analisei a documentação e informação recolhida e vou propor medidas.
O pior que pode acontecer é deixarmo-nos convencer por aqueles que dizem que o RGPG é igual em todos os lados e que há umas minutas na net que resolvem todos os nossos problemas. Não há soluções standard, porque cada organização é uma e distinta de qualquer outra. O contexto, o objeto, as pessoas que lá trabalham são diferentes. Logo, não há medidas-padrão, há um “fato à medida” que é necessário “costurar”.
É fundamental produzir um documento síntese de toda a atividade produzida, documentação analisada e medidas a adotar. Este documento deve ser debatido com quem tem a responsabilidade e autoridade de decisão, uma vez que a sua execução poderá ter um impacto significativo na organização. As medidas propostas devem ser encaradas como o ponto de partida para o debate das decisões a tomar. 
Nesta fase, deve ter-se presente o seguinte: mais do que mudar o “ADN”, o RGPD pretende incutir em cada organização a responsabilidade de tratar dados pessoais, dados este que não lhe pertencem, mas que constituem propriedade dos titulares que os fornecem com vista à aquisição de um produto, prestação de um serviço ou outro. O segredo, se assim se pode dizer, passa por solidificar a base de trabalho existente, com a introdução de melhorias documentais, processuais, organizativas e tecnológicas, fundamentais à garantia da conformidade com o RGPD e, por essa via, a melhoria da eficácia e eficiência das próprias organizações.

Na próxima edição concluiremos este tema, com os restantes passos que vão da criação e implementação das medidas aprovadas, à formação das equipas, terminando no processo de monitorização.

read more
Vou implementar o RGPD. O que devo fazer?
MAI'2020

Em tempos de pandemia, não se pode esquecer as medidas de salvaguarda de dados pessoais. Têm sido inúmeras as advertências da Comissão Nacional de Proteção de Dados para falhas no tratamento de dados pessoais. 

read more