A F3M reforça o apoio a entidades do terceiro setor na sua transformação digital

2020-09-23

A F3M acaba de lançar uma solução tecnológica para o setor da Economia Social que vai ajudar os profissionais de instituições sociais ligadas à infância a dedicarem mais tempo aos seus utentes, permitindo, ao mesmo tempo, que encarregados de educação acompanhem à distância o dia a dia dos seus filhos. Com esta ferramenta 100% web, que pode ser utilizada em berçários, creches, infantários, centros de estudo, ATLs e Educação Pré-Escolar, a F3M reforça, uma vez mais, o seu apoio às entidades do setor que continuam a apostar na transformação digital.

Esta solução possibilita o acesso rápido e simplificado dos profissionais a toda a informação sobre o utente, nomeadamente a hábitos, dados de saúde e plano individual. Permite ainda, entre outras funcionalidades, gerir entradas e saídas da instituição, atividades por sala, planos pedagógicos por utente e até ementas.

“É uma solução que vai ser muito útil para os profissionais do terceiro setor. Além de poderem consultar toda a informação sobre o utente, podem ainda efetuar os registos necessários sobre as atividades diárias”, refere Pedro Fraga, CEO da F3M. “Acaba por ser uma espécie de central de informação sobre os utentes, estando em linha com os processos-chave definidos pela Segurança Social e orientações curriculares para a educação pré-escolar”, esclarece o responsável. 

“Tem ainda a vantagem de ter associada uma aplicação que os pais poderão utilizar, a partir de qualquer lugar, para acompanhar o quotidiano dos seus filhos. O PIU Infância, nome que atribuímos à solução, pretende ser, sobretudo, um importante canal de comunicação entre os encarregados de educação e a instituição”, sintetiza ainda Pedro Fraga.

Tornar as instituições sociais mais digitais, dinâmicas e eficientes, em resposta às atuais necessidades do setor, é também um dos principais objetivos da F3M. Recorde-se que a empresa tem sido parceira tecnológica de dezenas de entidades que se estão a reconverter à era digital.

SAIBA MAIS

Voltar Ver todas